Senso (in)Comum (…)

setembro 30, 2008

Entendendo a Crise Americana

Filed under: Curiosidades,Febre — Netto @ 10:01 am
Tags: , , ,

É assim ó:

O ‘seo’ Biu tem um bar, na Vila Carrapato, e decide que vai vender cachaça “na caderneta” aos seus leais fregueses, todos bêbados, quase todos desempregados. Porque decide vender a crédito, ele pode aumentar um pouquinho o preço da dose da branquinha (a diferença é o sobre preço que os pinguços pagam pelo crédito).

O gerente do banco do ‘seo’ Biu, um ousado administrador com curso de MBA, decide que as cadernetas das dívidas do bar constituem, afinal, um ativo recebível, e começa a adiantar dinheiro ao estabelecimento do ‘seo’ Biu tendo o pendura dos pinguços como garantia.

Uns seis Zé-cutivos de bancos, mais adiante, lastreiam os tais recebíveis do banco, e os transformam em CCB, CDC, CCD, UTI, OVNI, SOS ou qualquer outro acrônimo financeiro que ninguém sabe exatamente o que quer dizer. Esses adicionais instrumentos financeiros, alavancam o mercado de capitais e conduzem a operações estruturadas de derivativos, na BM&F, cujo lastro inicial todo mundo desconhece (são as tais cadernetas do ‘seo’ Biu). Esses derivativos estão sendo negociados como se fossem títulos sérios, com fortes garantias reais, nos mercados de 73 países.

… Até que alguém descobre que os bêbados da Vila Carrapato não têm dinheiro para pagar as contas, e o bar do ‘seo’ Biu vai à falência. E toda a cadeia sifu.

Dica do Blog Contra o Vento.

setembro 14, 2008

Selo! Blog Massa

Filed under: Curiosidades,Divulgação — Netto @ 7:09 am
Tags: , ,

O Senso (in)Comum recebeu no último dia 11 de Setembro o “Selo! Blog Massa” do blog do Fábio Santos.

Selo! Blog Massa, explico, é a indicação de dos blogs considerados criativos, originais e inteligentes, segundo informações obtidas até agora.

Confesso não saber a origem da idéia ou quem tenha tomado essa iniciativa, mas é no mínimo “motivante” receber o tal selo e assim continuar, mais “reconhecido” e com prazer, as minhas peculiares blogagens.

Agradeço muito ao Fabio e de acordo com as regras devo indicar outros blogs, 4 no máximo. E é com muito carinho que minhas indicações vão para os blogs…

Ju Castellan – A Redatora de Plantão

Progshine – O Puro Rock Progressivo

Joe Baloo – As Máximas do Joe baloo

setembro 11, 2008

Febre… Large Hadron Collider (LHC)

Devido ao grande “BOOM” desse negócio resolvi escrever mais uma vez sobre o assunto que domina algumas rodas de conversas, principalmente na internet.

Quem ainda não viu acesse a postagem anterior sobre o mesmo assunto clicando aqui.

Quem não ouviu que a raça humana pode ser extinta devido ao LHC “coloque o dedo aqui que já vai fechar(…)”.

É, muitos dizem que essa é a máquina do fim do mundo, mas isso de um prisma mais “Senso Comum”. Por outro lado temos os desafiadores das leis da natureza que dizem ser a máquina reveladora de muitos segredos ocultos e necessários para nossa futura existência.

Para que eu possa continuar vou esclarecer que não sou cientista e nem ignorante (pelo menos eu acho), sou estudante e não sei voar.

No ultimo dia 10.9.2008 o Grande Colisor de Hádrons (Large Hadron Collider em sua tradução mais literal) foi ligado – dando início ao boato do fim do mundo -, mas a sua construção e desenvolvimento já durava 20 anos e os custos chegaram, só para construção, a 3 bilhões de euros. Imagine o que ele ainda vai consumir para se manter ativo.

Na “trupe” de cientistas que participam do projeto tem brasileiro sim senhor que se somam a outros cientistas de mais 70 países.

A super-máquina do fim dos tempos mede espantosos 27 quilômetros de comprimento e está em um túnel com uma profundidade de 100 metros. Segundo os cientistas, a profundidade é uma medida de segurança para que os aparelhos eletrônicos não sofram nenhum tipo de pane quando a máquina esteja em sua potência máxima.

Num dos experimentos que serão realizados se espera ter o mesmo efeito do “Big Bang”. Para que possamos entender o que será feito para tal descoberta vamos seguir o processo utilizado (descrito aqui para leigos).

Um grande túnel, conforme desenho do campo acima, há dois grandes anéis com outros dois grandes imãs que serão responsáveis pela aceleração das partículas, visando a colisão entre elas. Um feixe de prótons será lançado de uma ponta do grande túnel em direção a outra ponta. Ao mesmo tempo outro feixe de prótons também é lançado da outra ponta do túnel. Quando os dois feixes atingirem a velocidade máxima, que é bem próximo da velocidade da luz, eles irão se colidir revelando o que os cientistas esperam ser o “começo da criação”.

Mas a finalidade do experimento é a busca de uma partícula que os cientistas procuram há muito tempo, o Bosón de Higgs ou “a partícula de Deus“. Os cientistas contam que ao descobrirem como o Bosón de Higgs se forma, eles poderão desvendar todos os mistérios que estão até hoje ocultos sobre os prótons, nêutrons e elétrons.

O que se espera dessa colisão de feixes é realmente revelar como foi o surgimento do nosso universo, daí a relevância do experimento.

Já alguns especialistas, ou nem tanto assim, dizem que quando os dois feixes de prótons se colidirem, eles produzirão uma explosão tão forte e intensa, que um buraco negro se formará, e então ele vai sugar tudo e todos para dentro dele, destruindo toda a humanidade não sobrando uma só alma viva para contar a história.

Fico imaginado se essa última opção acontecer quem vai processar os resultados?

Deixando de lado a sátira e falando um pouco mais sério, é bem possível que isso aconteça, na verdade existe menos de 1% de chance de realmente acontecer, e mesmo que aconteça, segundo os mais otimistas, o “buraco negro” formado será tão microscópio que seria praticamente impossível de ele conseguir força suficiente para poder atrair alguma coisa para dentro dele.

Podemos então ficar um pouco mais tranqüilos, e outra coisa, já existem dezenas de aceleradores de partículas em funcionamento no mundo todo. A única diferença é que esse está em tamanho egocêntrico.

Penso eu, saindo da minha humilde bolha, que essa foi uma boa maneira de gastar dinheiro. Para acabar com fome no mundo ou com a falta de investimentos na educação, por exemplo, esses 3 bilhões de euros cairiam muito bem, mas lembrei que esse valor não é nem 0,5 do PIB mundial. Então fiquei na dúvida, se a humanidade, o mundo não está preparada para resolver seus problemas ela está pronta para se descobrir?

Acompanhe também a “quase severa” discussão na outra postagem clicando aqui ou digitando LHC na busca.

setembro 9, 2008

Curiosidade… Roedor Alcoólatra

Filed under: Curiosidades — Netto @ 8:18 am
Tags: , , , , ,

Sem ficar embriagado “rato” consome o equivalente a nove taças de vinho por noite.

Bom, para os bebedores de plantão essa notícia deve ser um tanto fantástica, pois agora há mais uma desculpa para “encher a cara”, se até os ratos bebem por que os homens não?

O detalhe é que mesmo bebendo essa quantidade de álcool, que vem do néctar de uma espécie de flor da região oeste da Malásia, os beberrões não apresentaram qualquer sinal de embriaguez.

Então, ao contrário dos humanos esses roedores são altamente resistentes ao álcool. Há quem sinta inveja e se inspire nessa nova classe de “manguaceiros” para realizar os mesmos teste e quem sabe entender e superar os pequeninos da “mardita”.

Deixando de lado os gracejos, mas parecendo que ainda é por graça, os cientistas tentam, com essa descoberta, elucidar o uso e abuso de álcool pelos humanos. O que reforça esse estudo, segundo os especialistas, é que o animal é considerado a espécie viva que mais se assemelha a um ancestral dos primatas que teria vivido há 55 milhões de anos atrás.

Curioso é que os pequeninos tem o rabo parecido com uma pena. Cuidado não vá colocar uma pena nas “nádegas” e achar que não vai ficar bêbado. Ouo pior que é um rato.

Reportagem extraída da Folha online que pode ser conferida clicando aqui.

agosto 26, 2008

Curiosidade… I-Doser. A droga virtual

Filed under: Curiosidades — Netto @ 8:31 am
Tags: , ,

Graças a Jú e algumas outras dicas de amigos, cheguei ao I-Doser que promete se igualar, através de alguns efeitos sonoros, o que as drogas causam em seus usuários.

Não cheguei a experimentar, mas ouvi depoimentos no mínimo interessantes sobre o I-Doser…

Por Juliana:

“O I-Doser é um programa de computador que emite ondas sonoras com o objetivo de interferir nas ondas cerebrais do usuário. A idéia é causar efeitos físicos e mentais parecidos com os da heroína, maconha, cocaína e outras drogas. Cada dose deve ser comprada e usada uma única vez, não podendo ser misturada com outras doses. São indicadas apenas para momentos propícios, pois se usadas constantemente ou de forma repetida podem causar efeitos indesejados. É importante lembrar que a droga não oferece risco à saúde física, apenas mental.
Sou totalmente contra o uso de drogas, mas confesso que acabei de experimentar o I-Doser para ver como funciona. Não consegui assistir o vídeo completo porque no primeiro minuto já estava completamente atordoada e não sei se é psicológico, mas estou zonza até agora.

Vejam o vídeo que é referente a uma dose de I-Doser:

No Youtube, se procurarem por I-Doser, encontrarão vídeos de usuários da droga. É bem interessante o estado em que a pessoa fica. Experimentem por efeito de curiosidade, mas não viciem-se!”

Confira essa e outras no Blog da Ju

agosto 21, 2008

Curiosidade… Bicicletário com Arte.

Filed under: Artes,Curiosidades — Netto @ 8:37 am
Tags: , ,

O músico David Byrne que um dia “ressuscitou” a carreira do Tom Zé, é um dos artista a fazerem “Bicicletário Arte”.

Um concurso lançado na cidade de Nova Iorque visava realçar a beleza da cidade com novos bicicletários em forma de arte, David Byrne se candidatou e mandou seus esboços, que podem ser conferidos logo abaixo, e para a surpresa do artista o seu trabalho foi escolhido.

Outras informações podem ser conferidas no site do artista http://www.davidbyrne.com/news/index.php

agosto 6, 2008

Alguns perturbados na música.

Filed under: Curiosidades — Netto @ 8:41 am
Tags: , ,

É incrível a capacidade e o talento de algumas pessoas, porém já não me estranha mais os quase “mágicos” e gênios do meio musical.

Não para admirar, mas para se inspirar acabei por buscar alguns peculiares e fantásticos talentos, assim vos digo: “Os guitarristas do DragionForce são simplesmente perturbados”.

Dêem um olhada nesse video

Apesar das músicas me lembrarem a trilha sonora de games da geração de 16Bits não podemos negar a incrível habilidade desses guitarristas.

Agora, como de costume encontrado no YouTube, a pequena japonezinha que se entrega ao seu super “sintetizador” e arrasa no progressivo.

Ta bom vai… um dia eu posto a minha incrível habilidade no Sax, o Kenny G que se cuide.

junho 7, 2008

Trabalhar no Google

Filed under: Curiosidades — Netto @ 8:53 am
Tags: , ,

Trabalhar no Google

As coisas no Google são assim… pelo menos nos escritórios do Google em Zurich (Suíça). Acompanhe o roteiro com as fotos.

Trabalhar no Google

O tobogan liga a zona de escritórios do primeiro piso com a cafetaria e o ginásio. Para descer para comer não tem que esperar pelo elevador. Aos recém-chegados a praxe é que eles desçam pelo tobogan para apresentá-los. Têm que usar, também, um ridículo sombrero de cores durante algumas horas.

Trabalhar no Google

A cafetaria serve o pequeno-almoço, almoço e jantar preparados por cozinheiros contratados exclusivamente para o edifício. Há comida para vegetarianos, dois pratos principais, un buffet de saladas e toda a comida se faz com ingredientes nacionai.

Trabalhar no Google

As crianças são bem-vindas e não é estranho que os “Googler” vão trabalhar acompanhados dos filhos.

Trabalhar no Google

A boa comida grátis e os lanchinhos entre refeições sempre fazem ganhar uns quilitos aos recém-chegados que não estão habituados a tantas e deliciosas iguarias. O ginásio do piso térreo é o lugar para queimar o peso a mais. Por acaso, também é grátis.

Trabalhar no Google

A sala de massagem é quase um santuário. As cadeiras que massajam são gratuitas, mas as massagens dadas pelo massagista são pagas, mas como a Google comparticipa com a maior percentagem, são muito baratas. Em certas cabines assinaladas existem bónus de massagens grátis diariamente.

Trabalhar no Google

Em cada piso há, pelo menos, 2 áreas de descanso com comida e bebida – por acaso, grátis. Refrescos, sumos e café, muito café, mas também cereais, chocolates, gelados, batatas fritas, fruta e uma ampla selecção de snacks saudáveis para compensar o excesso de hidratos de carbono.

Trabalhar no Google

Cada um administra o seu tempo e os seu trabalho como quer. Não há horários e nas pausas pode-se jogar jogos interactivos ou bilhar, por exemplo. Os prazos de entrega, esses sim, têm que ser cumpridos, logicamente.

Trabalhar no Google

Esta barra, semelhante às dos quarteis de bombeiros, liga o segundo piso à sala de jogos. Não tem que esperar pelo elevador para se divertir uns minutos.

Trabalhar no Google

O espaço de trabalho é pequeno, mas as salas de reunião são muito amplas e temáticas. Esta cabina é de um teleférico verdadeiro e está situada num piso decorado com fotos e objectos que lembram uma estância de esqui nos Alpes Suiços.

Trabalhar no Google

A esta altura deve estar a perguntar se na Google se trabalha mesmo. Esta é uma área de escritórios convencional. Os postos de trabalho são livremente escolhidos e não é raro que os “Googlers” mudem de local de trabalho frequentemente.

Trabalhar no Google

O serviço técnico está numa área do edifício decorada com ambiente hawaiano. Aqui se pode vir buscar um cabo ou arranjar um portátil..

Trabalhar no Google

As áreas de trabalho são sempre abertas. Para ter privacidade durante uma chamada tem que “fechar-se” numa das muitas cabinas espalhadas pelo edifício.

Trabalhar no Google

O salão da água é uma zona de paz e relaxamento que existe no edifício. Há cadeiras de massagem e a iluminação é mínima. É o lugar ideal para dormir uma sesta ou descansar antes de uma reunião.

Trabalhar no Google

Por isso, é proibido usar o telemóvel ou o computador portátil. A única actividade possível, além de descansar, é observar os peixes tropicais que estão nos aquários de parede.

Trabalhar no Google

As salas de reuniões do edifício têm nomes tirados de séries de televisão e de filmes famosos. Estes iglos estão na área da Guerra das Estrelas e são autênticos refúgios que foram utilizados em missões científicas na Antártida.

Trabalhar no Google

A Google é mais do que uma empresa. Os trabalhadores juntam-se na sede regularmente para actividades conjuntas e festas e não é raro encontrar grupos para praticamente qualquer actividade ou desporto, desde ciclismo até ao esqui alpino. Além dos famosos 20% do tempo de trabalho que cada um pode usar em proveito pessoal há 10% de tempo livre absoluto.

Trabalho no Google

Os trabalhadores passam apenas um período de tempo na sua mesa de trabalho. È normal trabalharem com o seu portátil nas zonas de descanso, em pequenos grupos. Isso favorece a criatividade e a sociabilidade.

Trabalho no Google

A biblioteca é uma das salas mais surpreendentes do edifício e a que melhores vistas tem. Uma área de descanso com uma imensa cozinha e uma chaminé ‘virtual’. Todo o mobiliário é reciclado ou vem de lojas em segunda mão.

E você? Gostaria de trabalhar no Google?

maio 29, 2008

As estrelinhas às vezes querem brilhar até demais

Em mais uma das minhas andanças por essa rede sem fim, pesquei meio sem querer que alguns atores não se cançam da fama e se arriscam pelo mundo da música também.

Entre as minhas inesperadas descobertas estão Steven Seagal, Russell Crowe, Keanu Reeves, Bruce Willis e Kevin Bacon. Outros foram visto, mas não tiveram a mesma relevância.

Bruce Willis, figurinha principal nas telonas da série Duro de Matar, toca gaita e canta. Em 87” com mais dois guitarristas, um baixista, um baterista, um tecladista e um par de backing vocals, Willis lança a banda Accelerators de “Rock and Blues” que fez um vôo rasante nas paradas de sucesso estadunidenses na época.

Russell Crowe, que ficou consagrado pelo filme Gladiador, começou a se aventurar no mundo da música em 92”, porém só em 98” surge um registro oficial da banda com o ator, a chamada “30 Odd Foot of Grunts”. Em 2005 Crowe deixa a banda para lançar um disco solo. É… que égo.

Kevin Bacon e seu irmão Michel Bacon formaram, ainda na infância, os Bacon Brothers. Ao contrário do irmão mais conhecido Michel criou trilhas para a TV e para alguns filmes. Chegou a ganhar um prêmio Emmy compondo para o documentário “The Kennedys”. Mas os irmãos só tiveram foco em 97” com o disco “Forosoco”.

Keanu Reeves pode ser mais conhecido como Neo do filme Matrix, mas antes desse sucesso abria shows do Bon Jovi com a banda Dogstar em 95”. Por se arriscar no mundo da música deixou de participar da seqüência do filme Velocidade Máxima 2. Pensava assim se tornar um rockstar. Mas em 2002 Reeves já estava fora do grupo pelo outro brilho de sua “estrelinha”: a atuação. Tá bom né…

Steven Seagal foi o que mais me surpreendeu. Quem diria que aquele robozão em seus papéis de canastrão onde só sabe bater e nunca, nuca mesmo, leva um “soquinho” sequer… é apaixonado pelo mundo da música. Seagal toca violão, guitarra e ainda canta, sem deixar de lado seu inconfundível rabo-de-cavalo e os beiços serrados.

Poxa vida, o Blues do cara é simplesmente “Fantástico”.

Acesse o site www.stevenseagal.com e confira… na verdade se surpreenda com outras coisas.

maio 28, 2008

40% da Sua Vida Vão Para os Impostos

Filed under: Cotidiano,Curiosidades — Netto @ 8:47 am
Tags: , , , ,

Caso você viva 72 anos, que é a expectativa de vida do nosso país, 29 servirão apenas para pagarem impostos. Quem chega a essa conclusão é o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT).

Velho

Os tempos realmente mudaram, em 1950 a expectativa de vida era de 42 anos e a previsão de pagamento de impostos era de 6 anos. Atualmente o brasileiro trabalha 148 dias por ano para pagar impostos. Mas não desanime, na Suécia são 185 dias e o país é considerado de 1º mundo. Já no México, que está no mesmo patamar que o Brasil como país emergente, são 91 dias dedicados aos tributos.

Mas você sabe quanto de impostos saem pelo “Ladrão”?

O Feirão do Imposto (uma iniciativa da Associação Comercial de São Paulo, da Facesp e do Conaje), tenta revelar aos consumidores a carga tributária embutida em produtos e serviços.

Dentre várias revelações, segundo o site da instituição, descobri que pago mais de 45% de tributos na conta de Energia Elétrica, legal não é!? A cada R$100,00 R$45,00 vão para impostos.

Tabela de Impostos

Acesse o site Feirão do Imposto. Você vai se surpreender!

Próxima Página »

O tema Rubric. Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.