Senso (in)Comum (…)

março 4, 2009

O Vendedor de Balões

Filed under: Ótica,Fragmento — Netto @ 11:22 pm
Tags: , , , ,

Há algum tempo, um vendedor de balões infláveis vendia seu produto em uma movimentada praça. Quando as vendas diminuíam, soltava um desses balões.

Balão - Bexiga

Ao flutuar no ar, despertava a curiosidade das pessoas e reaquecia as vendas por alguns minutos. Alternava as cores; primeiro soltava um branco, logo um vermelho e depois um amarelo.

Passado algum tempo, um menino negro puxou a manga de seu paletó, olhou nos olhos do vendedor e fez uma pergunta penetrante:

– Senhor, se soltasse uma bexiga preta ela subiria?

O vendedor de balões olhou para o pequeno com compaixão, sabedoria e compreensão e disse:

– Filho, o que os faz subir é o que está dentro deles.

Efetivamente o vendedor de balões tinha razão.

Arte com Balões - Bexiga

Pense naquilo que você carrega aí dentro de você e não se esqueça: “O que está dentro de você lhe fará subir”.

Anúncios

agosto 21, 2008

Curiosidade… Bicicletário com Arte.

Filed under: Artes,Curiosidades — Netto @ 8:37 am
Tags: , ,

O músico David Byrne que um dia “ressuscitou” a carreira do Tom Zé, é um dos artista a fazerem “Bicicletário Arte”.

Um concurso lançado na cidade de Nova Iorque visava realçar a beleza da cidade com novos bicicletários em forma de arte, David Byrne se candidatou e mandou seus esboços, que podem ser conferidos logo abaixo, e para a surpresa do artista o seu trabalho foi escolhido.

Outras informações podem ser conferidas no site do artista http://www.davidbyrne.com/news/index.php

maio 18, 2008

Mais um adeus. Morre a viúva de Jorge Amado

Filed under: Artes,Cotidiano — Netto @ 11:24 am
Tags: , , , ,

Paulista, filha de imigrantes italianos, aderente ao movimento anarquista, leitora assídua de Jorge Amado e dona do seu coração…

Zélia Gattai

…essa era Zélia Gattai.

Viúva em 2001 Zélia acaba recebendo, neste mesmo ano marcante, as honras de ocupar o lugar do seu marido na Academia Brasileira de Letras, cadeira 23.

Entre as suas principais obras relevância para o livro “Anarquistas, Graças a Deus” que recebeu o Prêmio Paulista de Revelação Literária de 1979 e rendeu uma adaptação para TV, em minissérie pela Rede Globo de Televisão.

Com dores abdominais Gattai foi internada no Hospital Aliança, em Salvador. Ficou por lá de março até abril deste ano. Ainda em abril, seu estado de saúde se agravou sendo necessário transferí-la para o Hospital da Bahia, onde foi diagnosticado um tumor benigno que foi retirado.

No último dia 16 houve uma piora no estado de saúde da escritora, que já respirava com a ajuda de aparelhos, e no final da tarde de ontem, 17, foi divulgada sua morte.

maio 16, 2008

Arte com Garrafas PET Gigantes na Marginal Tietê

Filed under: Artes,Cotidiano — Netto @ 7:35 am
Tags: , , ,

O artista Eduardo Srur colocou nas margens do rio Tietê parte da exposição “Quase Líquido”, do instituto Itaú Cultural que reúne 22 obras de 14 artistas.

O motorista que trafegar entre a ponte do Limão e a da Casa Verde poderá admirar as enormes garrafas Pet ao longo de quase 1,5 km. Cada peça mede cerca de 10 m de comprimento por 3 m de diâmetro cada uma.

Volta e meia passo por essa região, indo trabalhar ou para a faculdade, mas realmente nunca prestei atenção nessas peças, mesmo já tendo ouvido falar. Mas nesses dias fiquei meio preso no trânsito, o que é muito comum nessas “bandas”, e pude observar forçadamente a obra dos “Petzãos”.

Confesso que a primeira coisa que me veio à mente foi na hipótese dessas grandes coisas poluírem ainda mais o já fadigado rio Tietê.

As peças, por si só, nos remetem automaticamente à proposta do artista que é a abordagem de questões ambientais da nossa, já cansada, cidade.

Ainda bem que é arte e não mais um desastre.

Além dos espectadores que trafegam pela marginal normalmente, a instalação também poderá ser vista do próprio rio, em excursões de barco promovidas pelo grupo Navega São Paulo. Essas visitas especiais, quase turísticas, devem ser agendadas através do telefone (0/xx/11) 5094-4480.

maio 6, 2008

Até onde chega a criatividade?

Filed under: Curiosidades — Netto @ 6:50 am
Tags: , ,

Artista costura partes de cão em seu rosto… entre outras coisas.

Homem-Cão

O artista Rodrigo Braga, 31, apresenta um trabalho excepcional que chega a chocar os mais desavisados sobre o seu estilo. O artista , formado em artes plásticas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE, 2002), abusa da criatividade e da “bizarrice” para criar suas peças. Já participou de várias exposições nacionais e internacionais.

Algumas de suas obras podem ser conferidas no MAM SP – Museu de Arte de São Paulo, no MAC PE – Museu de Arte Contemporânea de Olinda e ainda com colecionadores no Brasil e no exterior.

Risco de Desassossego

Em seu site há uma nota que esclarece que os procedimentos utilizados mesclam produção plástica (real) e manipulação digital (virtual) e também que todos os procedimentos utilizados estão dentro da lei.

Vale conferir a curiosidade.

Site do artista Rodrigo Braga

Dica do blog Curiosidades na Net

Ópera de Vivaldi renasce após 278 anos

Filed under: Artes — Netto @ 5:31 am
Tags: , , ,

Hoje, em vários sites de notícias, os amantes de Música Clássica foram presenteados com uma reverberante manchete.

Uma ópera do compositor italiano Antonio Vivaldi, que ficou por muito tempo perdida, foi encenada neste ultimo sábado, dia 3 de maio, na cidade de Praga, na República Tcheca pela primeira vez em 278 anos.

A ópera “Argippo” foi escrita em homenagem à capital tcheca e havia sido encenada pela primeira vez na cidade em 1730, desaparecendo depois disso sem deixar pistas.

Vivaldi

A maior parte da peça – uma história de “paixão, amor e trapaça” na corte de um marajá indiano – foi descoberta na Alemanha por Ondrej Macek, um jovem músico tcheco apaixonado por procurar músicas raras. Ondrej usou outras árias de Vivaldi para complementar cerca de dois terços dos textos que ainda sobreviveram ao tempo.

Macek tinha apenas um livreto original da noite de estréia e a informação de que o grupo de músicos italianos que encenou Argippo em Praga depois mudou-se à Alemanha.

“Eu descobri que em 1733, três anos após a estréia, o grupo italiano apareceu em Regensburg. Eles haviam sido convidados a ir para lá depois que o teatro em Praga pegou fogo”, disse.

“Imaginei que os italianos poderiam ter levado algo com eles, e tive sorte de encontrar uma coleção musical anônima com vários compositores e que também incluía árias de Argippo” completou.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.